13 de maio de 2011

Desabafos I



Aqui escrevo tentando descrever o que estou sentindo exatamente agora. Eu estou me sentindo presa a um passado que nunca foi embora, e que justamente nesse presente imperfeito está mais evoluído que nunca. Pode ainda ser considerado muito cedo, mas eu não estou aguentando mais, eu não estou feliz de verdade, eu preciso respirar e libertar-me.

Não quero, e jamais desejo que isso seja um ponto de partida para um grande naufrágio. Eu só quero aproveitar, só quero sonhar mais alto sem medo da queda, só quero conhecer o doce sabor que a felicidade ainda não me deu. 

Não tenho muitos motivos para sorrir a não ser o de estar consideravelmente viva, o que não quer dizer que eu esteja desfrutando da vida, o que não quer dizer, que eu esteja realmente vivendo.


Joyce Gabriella Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário