6 de maio de 2011

Não deixe o orgulho te levar - uma história real



O orgulho para muitas pessoa é o ponto chave para o fim da relação. Ele rompe as mais diversas formas de amor, impede que se corra atrás do prejuízo e faz com que, por opção a pessoa desista daquilo que sempre sonhou, pois o problema não é até que ponto uma pessoa vai por orgulho e sim até onde ela deixa de ir.
Deixam de ir por ter tudo nas mãos e saberem que num momento de estalar dos dedos, o que ela perdeu vai estar bem ali do lado. 
Pessoas orgulhosas talvez podem aprender com o seus erros, se enfim perceberem que o que estava nas mãos dela por muitos anos, pode escapar  em questão de segundos.

"Eu tenho uma amiga que se chama Flávia* e ela é orgulhosa de carteirinha. Flávia* é tão orgulhosa, mas tão orgulhosa que já deixou de ir atrás de quem mais amava por causa disso (mesmo quando estava totalmente errada!). Mas um dia, mesmo sabendo que nada jamais mudaria isso, e que esse era o jeito dela,  Flávia* colocou o orgulho em uma caixinha (caso precisasse usá-lo mais tarde), e foi ao encontro do seu namorado, a quem devia tantas satisfações e pediu desculpas para tal. Flávia* nunca tinha feito isso, mas por um momento ela descobriu, que por mais que o orgulho fosse grande e a impedisse de lutar, por ele sempre valeria à pena. E hoje eles brigam, brigam, brigam, mas se amam, vivem felizes e isso que importa. E o orgulho ela ainda usa... mas só em ocasiões especiais."

*nome alterado para preservar a identidade da pessoa, mas ela sabe bem do que eu estou falando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário