13 de julho de 2011

Deixo escapar



Os dias vão passando e através das horas, através dos minutos e segundos diários em que torno a viver, vou me percebendo cada vez mais distante das minhas pretensões. Se uma hora eu penso que tudo está indo suficientemente bem, mesmo de forma cautelosa e distraída, leva uma questão de segundos para tudo ir por água abaixo. Tudo porque, quando os sonhos vem até mim, eu não consigo agarrá-los com todas as forças e prolongá-los, mas sim deixo-os escaparem em curto prazo de tempo.

Joyce Gabriella Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário