21 de julho de 2011

Vida longa e próspera



Tentei fazer um esboço dessa vida em torno de um simples rabisco de papel. Descobri que para colori-la, era necessário bem mais que tons pastel, eu precisava de cores vivas, cores marcantes, tons flúor. Essa vida, a qual trago lembranças, saudades e desavenças, tem cor de tudo, menos de ilusão. No meio do caminho, tentei encontrar a borracha, que apagaria toda a minha dor, e encontrei uma caneta, para passar a limpo tudo o que eu havia feito de bom até o momento, e a partir daí ter uma vida melhor.

 Até encontrei a borracha tempos depois, para apagar desentendimentos e outros motivos de angústia que deixei pra trás. Mas de agora em diante, tudo o que eu desejo é paz, e memória fraca sem excessões para más lembranças, quero vida longa e próspera, com deficiência para amores mal resolvidos.

Joyce Gabriella Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário